NOTA DE REPÚDIO

A Federação Catarinense de Judô em nome do seu representante legal o Senhor Presidente Moises Gonzaga Penso, vem a público repudiar veementemente as ilações veiculadas na matéria da revista Budô, no dia 28 de junho.

Lembramos a toda a comunidade judoística catarinense que todas as prestações de contas da entidade são realizadas trimestralmente, desde o ano de 2012 e que todos os clubes que estão em dia com suas obrigações estatutárias são convocados a participar e é dever do clube estar presente. Estas contas podem ser solicitadas através de ofício a qualquer momento para serem auditadas, zelando sempre o compromisso e transparência com o que é de todos os filiados.

Além disso, na entrevista o professor Roberto David da Graça, afirma que foi afastado da Federação Catarinense de Judô. Porém, como consta no anexo, o mesmo solicitou seu afastamento da entidade no dia 03 de dezembro de 2017.

A FCJ se coloca a disposição de qualquer filiado para esclarecimento.

PEDIDO DE AFASTAMENTO ROBERTO DA GRAÇA

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*